As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

PSDB sonha com comissão de Minas e Energia da Câmara

Armando Fávaro

12 de fevereiro de 2011 | 08h00

André Mascarenhas

Com uma das mãos na comissão de Infraestrutura (CI) do Senado, o PSDB se movimenta agora na Câmara dos Deputados para garantir a comissão de Minas e Energia (CME). O objetivo, nas palavras de um tucano, é que a estratégia de atuação do partido nas duas Casas convirja para temas como o sucateamento do setor elétrico e a falta de investimento em aeroportos por parte do governo federal.

“Vamos mostrar a diferença entre o que eles falam e o que está acontecendo de fato”, diz. No comando das duas comissões, o PSDB teria instrumentos para embasar esse discurso.

Para isso, o partido terá de brigar para que o critério de escolha das presidências pelo tamanho das bancadas dos partidos seja mantido, como deve ocorrer no Senado. Pela regra, com a terceira bancada da Câmara, o PSDB poderia indicar o presidente da quarta comissão.

Pelas contas do deputado, o PT, que tem o maior número de deputados e a primeira e terceira indicação, ficaria com as comissões de Constituição e Justiça (CCJ) e Finanças e Tributação (CFT). Já o PMDB, com a segunda bancada, teria expressado preferência pela comissão de Seguridade Social e Família (CSSF).

Se o interesse dos adversários pela CSSF se confirmar, o caminho para o controle da CME pelo PSDB estaria pavimentado. O mesmo deputado, no entanto, observa que o PMDB pode estar blefando, de olho na CME, uma vez que o grupo do deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) tem fortes interesses no setor.

publicidade

publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.