PSDB dá largada às prévias e quer presença de Rudy Giuliani nos debates
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

PSDB dá largada às prévias e quer presença de Rudy Giuliani nos debates

Jennifer Gonzales

19 de outubro de 2011 | 20h20

Julia Duailibi, de O Estado de S.Paulo

Apesar do ceticismo interno a respeito das prévias para a escolha do candidato tucano a prefeito de São Paulo em 2012, o PSDB dará a largada nos debates entre os pré-candidatos no sábado, com um seminário capitaneado pelo ex-presidente Fernando Henrique Cardoso na Fundação Armando Álvares Penteado (Faap). Serão oito encontros voltados para o público interno, com a participação de palestrantes estrangeiros. O partido negocia a vinda do ex-prefeito de Nova York, Rudolph Giuliani, conhecido pela política de segurança chamada Tolerância Zero, apontada como uma das causas na queda dos indicadores de criminalidade na cidade americana nos anos 90.

Todos os seminários terão o nome “metrópole”, seguido de algum adjetivo, como pacífica, integrada, transparente, criativa, saudável, educada e verde. Além de FHC, participarão dos encontros o ex-governador José Serra, que deverá falar sobre transportes, o senador Aécio Neves (MG) e o governador do Paraná, Beto Richa.

Os quatro pré-candidatos acompanharão as exposições e serão convidados a fazer intervenções. Já colocaram os nomes na disputa os secretários José Anibal (Energia), Bruno Covas (Meio Ambiente), Andrea Matarazzo (Cultura) e o deputado Ricardo Tripoli.

O conteúdo do debate irá abastecer um portal colaborativo, chamado Sua Metrópole (o partido ainda estuda se o domínio será “com” ou “org”), no qual a legenda pretende continuar a discutir os temas, segundo Fábio Lepique, coordenador-executivo do PSDB no projeto.

O partido se estrutura internamente para realizar as prévias, mas há tucanos desconfiados de que a disputa será mesmo realizada. Acham que no final será feito um acordo de cavalheiros entre os candidatos.

Na corrida para estruturar o partido, o PSDB municipal tem de definir duas questões: qual será o colégio eleitoral consultado e qual a data das prévias. A direção do PSDB municipal pretende usar como colégio os 20 mil filiados que ficaram no partido após o recadastramento realizado em 2009 – na Justiça está registrado o número pré-recadastramento, de cerca de 40 filiados. Ocorre que, por questões técnicas, os nomes dos ex-filiados não foram retirados do cadastro até a data colocada pela Justiça, dia 14 de outubro. Agora o partido busca uma maneira de trabalhar com o cadastro limpo.

Quanto à data para a realização da disputa, Aníbal e Tripoli querem que ela seja realizada ainda neste ano. O governador Geraldo Alckmin é a favor de que as prévias ocorram apenas no ano que vem.

publicidade

publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.