As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Programa de rádio de Serra usa depoimento com críticas de ex-secretário que sucedeu Dilma

Camila Tuchlinski

22 de setembro de 2010 | 13h24

Rodrigo Alvares

O programa de rádio de ontem do presidenciável José Serra (PSDB) utilizou depoimento do jornalista e ex-secretário da Fazenda de Porto Alegre, na década de 80, Políbio Braga para criticar a petista Dilma Rousseff.  Conhecido no RS por defender a governadora Yeda Crusius (PSDB) – Políbio afirmou: “A Dilma acabou quebrando uma lojinha de 1,99 quando foi pra iniciativa privada. O problema dela não é estrutural, não era a estrutura econômica, é a má gestão dela mesma”. De acordo com nota publicada hoje no blog de Sonia Racy, não está decidido se o vídeo vai para ao ar.

Recentemente, Políbio foi acusado de apologia ao crime pelo Ministério Público do Rio Grande do Sul (MP-RS). Ele publicou em seu blog um texto sobre a contratação de 3,2 mil policiais militares pela governadora Yeda Crusius. Em um comentário sobre a matéria, Braga escreveu: “O que estava faltando era isto que ocorreu agora: matar, prender e mostrar a força aos bandidos do Rio Grande do Sul”.

O MP gaúcho considerou o texto criminoso, baseando-se no artigo 287 do Código Penal, que trata dos crimes contra a paz pública. Segundo a entidade, o profissional de imprensa, que também é advogado, teria feito apologia pública à prática de atos criminosos.

Contatado via e-mail pelo Radar Político, Políbio não respondeu aos pedidos de entrevista.

Tudo o que sabemos sobre:

horário eleitoralSerraTV

publicidade

publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.