As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Problemas com Belo Monte rendem prêmio de cinema a James Cameron

Ricardo Chapola

15 de fevereiro de 2011 | 16h39

Ricardo Chapola

SÃO PAULO – O diretor James Cameron, criador de Avatar, venceu o prêmio Cinema pela Paz Internacional com o curta-metragem “Uma Mensagem de Pandora” que retrata os problemas que a construção da Belo Monte, cotada para ser a terceira maior hidrelétrica do mundo, trará para a Amazônia brasileira, a população ribeirinha e os índios. O diretor baseou sua produção após visita feita às comunidades que seriam afetadas pelos danos da obra.

Assista ao trailer aqui.

 imagem_6.JPG

Foto: Reprodução

Segundo ambientalistas, a construção da hidrelétrica de Belo Monte desviará praticamente todo o fluxo de água do rio Xingu num trecho de 62 Km. Além da previsão de que seu reservatório ocupe uma área de 100 mil hectares de floresta e assentamentos locais, a construção obrigará a migração de mais de 40 mil pessoas e gerará uma quantidade expressiva de gás metano, 25 vezes mais potente que o dióxido de carbono no fenômeno do efeito estufa.

publicidade

publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.