Plinio de Arruda ‘hackeia’ debate na internet
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Plinio de Arruda ‘hackeia’ debate na internet

Rodrigo Martins

18 de agosto de 2010 | 15h48

Imagem: Reprodução

Imagem: Reprodução

“Tuitadores amigos, já estou online para entrar no debate para o qual não fui convidado”. Nas proximidades das 10h30, o candidato à presidência Plínio de Arruda (PSOL) avisava em seu Twitter que, mesmo sem ser chamado, iria participar do debate pela internet que ocorreu nesta quarta-feira. E soltou pela rede de microblogging um link no qual podia-se visualizar um vídeo com o rosto do candidato em foco.

Ele não compareceu ao teatro no qual os três principais candidatos desta eleição contavam com plateia, holofotes, microfones e câmeras. Numa transmissão caseira, à frente de uma estante de livros, vestindo blusa de lã e com um fone de ouvido com microfone acoplado – parecido com o de um atendente de telemarketing -, Arruda se pôs a comentar o que os candidatos falavam na transmissão do debate. “A dificuldade nossa é total. O microfone cai”, justificou as falhas técnicas da transmissão.

Em grande parte do tempo, o candidato ficava em silêncio, só ouvindo o que seus concorrentes diziam. E quando via que poderia intervir, criticava a performance dos adversários. “Um joga para o outro, outro joga para um. Ninguém discute a questão central, a universalização do ensino”, comentou quando o assunto tratado no debate era educação. No meio disso, pedia aos assistentes que lhe trouxessem um café. “A gente twitta e toma café”, avisava, em tom bem humorado.

Veja como foi a transmissão:

A atitude de Arruda repercutiu bastante no Twitter. Durante o debate dos candidatos, Plínio ficou oscilando entre as duas primeiras posições da lista de assuntos mais comentados do Twitter no Brasil – em maior destaque, inclusive, que a próprio debate. Entre 10h e 15h30, 1.760 tweets mencionaram “Plínio de Arruda”.

Marcelo Tas, um dos que mais espalharam a novidade no Twitter, fez eco à opinião de muitos usuários da rede: “Plinio de Arruda está impossível (…) É um hacker”.

selinho_twitter2

Tudo o que sabemos sobre:

PlínioPSOLtwitter

publicidade

publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.