As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Pivô da demissão de Erenice chega à sede da PF para depor

Bruno Siffredi

28 de setembro de 2010 | 09h57

Bruno Tavares

O empresário Rubnei Quícoli, pivô do escândalo que levou a demissão da ex-ministra-chefe da Casa Civil Erenice Guerra, chegou há pouco na sede da Polícia Federal em São Paulo, sem dar declarações. Ele vai prestar depoimento no inquérito que apura a existência de um esquema de tráfico de influências na Casa Civil da Presidência.

Consultor da empresa EDRB do Brasil, Rubnei afirmou à imprensa ter recebido da empresa Capital Consultoria, de filhos de Erenice, proposta de pagamento de taxa de 5% em troca da liberação de empréstimo do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) a um projeto de geração de energia solar.

Tudo o que sabemos sobre:

Erenice GuerraPFRubnei Quícoli

publicidade

publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.