As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Perillo é sócio de empresários em avião de R$ 4 milhões, diz Cachoeira

Redação

20 de abril de 2012 | 08h40

Estadão.com.br

Mais um grampo da Polícia Federal inclui o governador de Goiás, Marconi Perillo (PSDB). Dessa vez, em conversa com o auxiliar Wladimir Garcez, o contraventor Carlinhos Cachoeira diz que Perillo é sócio de um avião Cessna com dois empresários. Segundo a PF, o governador é dono de metade da aeronave, que custou R$ 4 milhões.

Segundo reportagem da Folha de S.Paulo, os outros dois sócios são os empresários Rossine Aires Guimarães, que é sócio de Cachoeira, segundo a PF, e Hélder Rodrigues Zebral, ex-dono da churrascaria Porcão, em Brasília.

Na conversa, gravada em abril de 2011, Cachoeira reclama com Garcez que os três sócios estariam “voando por aí” e que ele (Cachoeira) estaria perdendo espaço em negócios para Zebral. Perillo, via assessoria, disse que nunca teve uma aeronave.

Rede de Cachoeira. Perillo ainda é acusado de ter empregado a cunhada de Cachoeira em seu governo. Segundo reportagem de O Globo, Vanessa Alves Mendonça, irmã da futura esposa de Cachoeira Andressa de Alves Mendonça, foi gerente de Desenvolvimento dos Profissionais da Educação, na Secretaria de Educação, no segundo semestre de 2011. Cachoeira e Andressa casam em maio deste ano.

Em um grampo da PF de 18 de abril de 2011, Cachoeira negocia com o presidente da Câmara de Vereadores de Goiânia a nomeação de várias pessoas para o governo de Perillo. Vanessa foi nomeada em 23 de outubro de 2011 e exonerada em 8 de dezembro porque, segundo a assessoria de Perillo, o cargo entrou em processo de seleção por concurso público. A assessoria diz ainda que quem indicou Vanessa foi o ex-marido de Andressa, o atual secretário de Infraestrutura, Wilder Morais.

 

publicidade

publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.