As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Perícia indica fraude em assinaturas para fundar PSD, diz jornal

Lilian Venturini

21 de julho de 2011 | 13h47

Assinaturas de apoio à criação do PSD, partido criado pelo prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, seriam falsificadas, revela reportagem do jornal Folha de S.Paulo desta quinta-feira, 21. De acordo com perícia feita a pedido da publicação, uma mesma pessoa teria assinado listas em nome de terceiros. O partido depende da coleta de ao menos 490 mil assinaturas para efetivar a criação da sigla, conforme exigência da Justiça Eleitoral.

O laudo que atesta as fraudes foi feito pelo perito Orlando Garcia. As fichas analisadas eram do Rio de Janeiro e São Paulo. O PSD reconheceu que há falhas na coleta e afirmou que 36 mil assinaturas já foram descartadas no Rio.

O processo de coleta de assinaturas é investigado em outros Estados e vem sendo alvo de processos de outros partidos. Há dez dias, por exemplo, o presidente do PTB paulista, deputado estadual Campos Machado, entrou com uma representação na Procuradoria Regional Eleitoral (PRE) pedindo investigação sobre a coleta de apoio para a criação do PSD dentro de uma fábrica em Ibitinga, no interior do Estado. Em junho, o jornal O Estado de S. Paulo mostrou que servidores municipais coletavam assinaturas para o partido. Kassab negou que tenha usado a máquina pública. Na ocasião, foi revelado também que nomes de eleitores mortos eram usados em fichas de Santa Catarina.

Tudo o que sabemos sobre:

assinaturasKassabPSD

publicidade

publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.