As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Pelo Twitter, Wilder nega ter sido indicado por Cachoeira para suplente

Lilian Venturini

13 de julho de 2012 | 13h28

estadão.com.br

Wilder Morais (DEM-GO), que assumiu nesta sexta-feira, 13, a vaga do senador cassado, Demóstenes Torres, negou em sua página no Twitter que foi indicado por Carlinhos Cachoeira para assumir a suplência.

Wilder afirmou em seu perfil que o áudio exibido pela imprensa, em que há conversa entre ele e o contraventor, é um fragmento de um diálogo, no qual ele discute sua separação da mulher e, caso fosse divulga a íntegra, “a interpretação dos fatos certamente seria outra”.

O novo senador também tuitou que vai “honrar Goiás e o Brasil” em sua atuação como parlamentar.

Tudo o que sabemos sobre:

CachoeiraDemóstenes Torreswilder morais

publicidade

publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.