Em convenção do PDT, Dilma diz que Lula é continuidade de Getúlio e Brizola
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Em convenção do PDT, Dilma diz que Lula é continuidade de Getúlio e Brizola

Jennifer Gonzales

12 de junho de 2010 | 08h50

Por Jair Stangler

O PDT realizou na manhã deste sábado, 12, em São Paulo, sua Convenção Nacional. O evento formalizou o apoio da leganda à candidata do PT à Presidência da República, Dilma Rousseff.

Ouça o discurso de Dilma

Em seu discurso, Dilma lembrou sua militância dentro do PDT e também fez referência à história do trabalhismo, citando as trajetórias de Getúlio Vargas, João Goulart e Leonel Brizola, fundador do PDT. “Nós podemos dizer hoje que somos a continuidade desse processo”, afirmou. Os discursos de Dilma e de Mercadante foram breves. A comitiva do PT deixou logo o Espaço das Américas, onde aconteceu o evento. Dilma participa ainda hoje da convenção nacional do PMDB, em Brasília.

Além da convenção, foram celebrados os 30 anos de fundação do PDT. Dilma esteve presente ao evento ao lado do candidato petista ao governo de São Paulo, Aloizio Mercadante, de Marta Suplicy (PT) e Netinho de Paula (PCdoB), que disputarão as vagas paulistas no Senado. Também estiveram presentes lideranças do PDT, como o deputado federal Paulo Pereira, o ministro do Trabalho Carlos Lupi, que comandou a festa do PDT, e os senadores Cristovam Buarque (DF) e Osmar Dias (PR).

13h07  – Carlos Lupi, ao final do evento, em rápida coletiva, comentando o caso do suposto dossie contra Serra: “Ninguém é bobo. Dossiê é para quem não tem voto, não sabe fazer campanha. Nós nunca trabalhamos assim, o PDT não faz isso.”

12h35 – Membros do diretório nacional do PDT fazem votação simbólica aprovando o apoio à candidata do PT à Presidência da República, Dilma Rousseff.

Aloizio Mercadante

12h30 – Mercadante faz o discurso mais inflamado: “No meu governo professor não vai ser com cassetete e bala de borracha. Vai ser tratado com respeito”.

12h27 – “Esse momento da história resgata a história de Getúlio Vargas. A história de João Goulart, que combateu a ditadura no exílio. Figuras como Darcy Ribeiro, como Leonel Brizola. Esse momento da história, onde o presidente Lula se despede do povo brasileiro, vai voltar a São Bernardo onde nasceu como líder sindical. Esse momento não vai terminar, porque a ministra Dilma vai dar continuidade a esse momento.”

12h26 – O candidato do PT ao governo do Estado, Aloizio Mercadante, fala agora.

12h25 – Lupi puxou, desafinado, o Hino da Independência do Brasil: “Ou ficar a pátria livre, ou morrer pelo Brasil”

12h23 – Dilma encerra seu discurso. Logo mais, Mercadante fala.

Dilma Rousseff

12h20 – “Na campanha eleitoral, a gente mostra projeto, na campanha eleitoral, a gente diverge, mas na hora de governar, nós governamos para todos os brasileiros. Os verdadeiros democratas somos nós.”

12h18 – Dilma chega a Brizola: “Ele sempre defendeu os interesses nacionais. Sempre defendeu a causa da educação. E nós podemos dizer hoje que somos a continuidade desse processo.”

12h17 – “O Brasil caminha aceleradamente para se tornar um dos mais desenvolvidos do mundo, mas só conseguiremos isso se melhorarmos as condições do nosso povo.”

12h15 – Dilma passa em revista toda a história do trabalhismo. Homenageia agora o ex-presidente João Goulart, que queria promover “progresso com Justiça, desenvolvimento com distribuição de renda, que é o nosso modelo, e que foi afastado do poder”.

12h13 – Dilma agora cita Getúlio Vargas, “presente na memória do trabalhismo brasileiro”. “Muitos disseram que era preciso virar a página do getulismo. Não podemos virar a página de quem nos deixou a Petrobrás, o BNDES”.

12h10 – Dilma lembra Darci Ribeiro, que foi secretário de educação de Leonel Brizola. Citou o educador: “Tive mais vitórias que fracassos em minhas causas. Mas isso não importa. Horrível seria para mim ficar ao lado dos que me venceram nessas lutas.”

12h08 – “De um lado a gente tem a tradição dos movimentos sociais e sindicais do PT. De outro a gente tem a tradição de luta pela democracia e pela educação levada pelo PDT.”

12h06 – “Tenho que vencer a emoção para dizer o que tenho que dizer. Militei muitos anos no PDT, encontrei hoje muitas pessoas que não via há muitos anos. Pude participar desse momento fantástico da história desse País, que foi o governo Lula”.

12h03 – “Eu estou aqui com o candidato governador, o meu querido Aloizio Mercadante, e os candidatos ao Senado, a minha querida Marta Suplicy e o meu negão, nosso querido Netinho”

12h01 – Dilma Rousseff fala agora.

11h58 – Após breve discurso do ministro do Trabalho Carlos Lupi, presidente nacional do PDT, telões do Espaço das Américas exibe imagens históricas de Leonel Brizola, fundador do partido.

11h49 – Marta Suplicy: “O Brizola deve estar vibrando lá de cima. Porque o Brasil está no caminho certo!”

11h48 – Oradores se seguem rapidamente agora, pois Dilma deve ir a Brasília para participar ainda hoje da convenção do PMDB, que irá ungir Dilma candidata e o deputado Michel Temer como seu vice.

11h44 – Paulinho fala e volta ao tema: “Faço um apelo ao presidente Lula que não vete o aumento para os aposentados”.

11h42 – Brizola Neto: “Acho que temos de nos acostumar a chamá-la de presidenta Dilma”.

11h34 – Dilma sobe ao palco acompanhada de Marta Suplicy e Aloizio Mercadante. A impressão que dá é que não cabe mais ninguém no palco. O apresentador puxa o coro novamente: ‘Olê, Olê, Olê, Olá, Dilma, Dilma”

11h27 – Showmício pode? Netinho, o mano senador, improvisou, a pedidos: ‘É o brilho do seu olhaaar!’

11h23 – Dilma chega para a convenção e o apresentador puxa o coro: ‘Olê, olê, olê, olá, Dilma, Dilma!’

11h06 – Lideranças do PDT se revezam no palco da Convenção. Já falaram o deputado Paulinho da Força, o ministro Carlos Lupi e os senadores Cristovam Buarque e Osmar Dias, entre outros. Se fizessem uma nuvem de tags aqui, a palavra em destaque seria, sem dúvida, “Brizola”. Acho que talvez ficasse maior que “Dilma” e “Lula”.

10h40 – Antes de entrar, chamou minha atenção que tanta gente com camisas do PDT estivesse comendo lanche ao lado do Espaço das Américas, onde acontece o evento. Perguntei a um militante e ele confirmou que o PDT estava distribuindo lanches. A outro grupo perguntei se haveria tanta gente se não fosse pelo lanche. Disseram que foi dito que poderiam ganhar dinheiro mais tarde, com distribuição de panfletos e outras tarefas de campanha.

convencao1

Foto: Jair Stangler/estadão.com.br

10h35  – Militância do PDT está animada e presente em peso na convenção do partido.

10h32 – Lideranças do PDT discursam neste momento.

Siga a editoria de Política do estadão.com.br no Twitter

Tudo o que sabemos sobre:

Dilma Rousseffeleições 2010LulaPDTPT

publicidade

publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: