As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Para Serra, Saúde não precisa de novas fontes de recursos

Jennifer Gonzales

20 Setembro 2011 | 00h38

Jair Stangler, do Estadão.com.br

O ex-governador de São Paulo, José Serra, afirmou nesta segunda-feira, 19, que o governo não precisa de novas fontes de recursos para aplicar na Saúde. As novas fontes são uma exigência do governo da presidente Dilma Rousseff para aprovar a Emenda 29, que disciplina os gastos na área nos níveis federal, estadual e municipal.

“A receita do governo federal neste ano aumentou 3 vezes mais do que o PIB. É uma questão de prioridades. O governo federal tem cumprido a emenda, que é o reajuste pelo PIB nominal. Isso era o mínimo. Agora, Estados e municípios aumentaram muito sua participação, e não tem condição de aumentar mais. A questão da saúde tem de ser resolvida pela esfera federal. Para isso não precisa um novo imposto. É questão de prioridade e redução de custos, que saiu de moda na área da saúde. Pré-sal é muito remoto”, afirmou.

Serra participou nesta segunda-feira, 19, do lançamento do site Brado Retumbante, idealizado pelo jornalista Paulo Markun. Também estiveram presentes ao evento, que aconteceu no Museu da Imagem e do Som em São Paulo, o vereador Agnaldo Timóteo (PR), o ex-ministro da Casa Civil, José Dirceu, a senadora Marta Suplicy (PT), Eduardo Suplicy (PT-SP), o vereador Netinho de Paula (PCdoB) e o ex-locutor Osmar Santos, entre outros.