Palanque – Um giro pelas campanhas eleitorais
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Palanque – Um giro pelas campanhas eleitorais

Jennifer Gonzales

09 de junho de 2010 | 22h14

Por Luciana Nunes Leal

BRASIL 1

Dilma e Serra terão ‘disputa de máquinas pragmáticas’

O professor Cesar Romero, da PUC-RJ, concluiu o estudo da geografia das votações dos candidatos a presidente desde 1989. “Venceu sempre quem foi pragmático em vez de ideológico”, resume. A tese está clara nos mapas com resultados de cada disputa. “Quem se alia às oligarquias ganha espaço no interior. A aliança com políticos populistas e pastores pentecostais ajuda nas periferias metropolitanas”, diz o pesquisador, mostrando o crescimento de Fernando Henrique Cardoso e depois do presidente Lula nessas regiões. “Nesta eleição, haverá uma luta de máquinas pragmáticas. Dilma se alia a Collor e Sarney, Serra se une a Roberto Jefferson”, cita Romero. Fatores como Plano Real e Bolsa Família, diz ele, têm peso, mas o que faz diferença é o empenho dos líderes políticos em eleger seus aliados.

BRASIL 2

Assuntos ‘malditos’ no caminho de Marina

Coordenador da pré-campanha de Marina Silva (PV), Alfredo Sirkis protestou nesta quarta-feira, véspera da convenção do partido, contra “uma clara ação de origem petista” para provocar desgaste da candidata, que é evangélica, no público gay e feminista. Para o vereador, “marqueteiros adversários” provocam a discussão de temas controversos como legalização do aborto, união civil de homossexuais e descriminalização das drogas. Ou “cascas de banana”, como definiu Sirkis.

BRASIL 3

Com ajuda de amigos, tucano monta discurso

Desde esta quarta-feira, 9, a prioridade de José Serra é preparar o discurso que fará na convenção nacional do PSDB. A equipe convocada para montar o texto, que apontará as diretrizes da campanha, tem Xico Graziano, responsável pelo conteúdo geral, e o professor Geraldo Biasoto Jr., especialista em política fiscal. Serra pediu subsídios, também, aos embaixadores Sérgio Amaral e Rubens Barbosa. A festa, no Clube Espanhol, em Salvador, deverá reunir 5 mil pessoas.

BAHIA

Para quem gosta de política e futebol

Enquanto tucanos e aliados lançam José Serra candidato, no fim da manhã de sábado, um jogão estará em curso na Copa: Argentina x Nigéria.

PARANÁ

PSB na contramão da aliança nacional

O PSB oficializa nesta quinta-feira, em convenção, o apoio ao tucano Beto Richa, candidato ao governo. Também em Minas Gerais os socialistas estarão com o PSDB.

PIB seta_cima (2)           

Comemoração, apesar da cautela

Até o tucano José Serra se disse “feliz” com o crescimento de 9% no trimestre, embora com ressalvas. Governistas, eufóricos, viram no resultado uma prova de vigor da economia.

PAC seta_baixo

Ofuscado pelo crescimento

Temporariamente, perdeu espaço nos discursos. O governo gosta de apontar 70,7% de investimentos executados. A oposição destaca que apenas 46,1% das obras foram concluídas.

Siga a editoria de Política do estadão.com.br no Twitter

publicidade

publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.