As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Ouça os áudios da operação Porto Seguro da Polícia Federal

Bruno Lupion

26 de janeiro de 2013 | 22h45

Áudios de 25.012 telefonemas captados pela PF na Operação Porto Seguro revelam bastidores da máfia dos pareceres. As escutas apontam conluios e troca de favores envolvendo autoridades. Paulo e Rose tratam de assuntos do PT. Também gravado, o advogado-geral Luís Inácio Adams reagiu com cautela quando seu adjunto, José Weber Holanda, falou sobre a operação.

ROSE 1

Rose 1

03/05/2012 – 20h36

Rose briga com Paulo no telefone por causa de uma reforma que seu marido fazia no flat do ex-diretor da ANA. Ela acusa Paulo de mentir sobre seus apartamentos pois tinha receio de prejudicar sua candidatura a deputado.

ROSE 2

Rose 2

15/05/2012 – 9h54

Rose diz a Paulo que vai entregar um documento de interesse dele ao ministro da Educação, Aloizio Mercadante. Paulo é dono de uma faculdade em Cruzeiro (SP) que precisava de credenciamento do ministério.

ROSE 3

Rose 3

 

29/05/2012 – 12h25

Rose e Paulo conversam sobre notícia de que Lula teria se reunido com Gilmar Mendes (STF) para pedir o adiamento do julgamento do mensalão. Paulo sugere que o PT faça protestos contra o julgamento, bloqueie a Avenida Paulista, e Rose diz que vai dar as sugestões a Lula.

ROSE 4

Rose 4

13/11/2012 – 13h30

Paulo pede a Rose para que ela avise a José Dirceu que sua prisão pode ser decretada no recesso parlamentar. Ele diz ter ouvido a informação de uma “alta autoridade” do Ministério Público.

ROSE 5

Rose 5

21/11/2012 – 23h31

Paulo diz ao irmão Rubens que Rose pediu R$ 650 mil em dinheiro emprestados porque comprou um apartamento novo em Higienópolis. Também diz que o apartamento em que ela mora foi avaliado em R$ 1 milhão.

PAULO 1

Paulo 1

26/04/2012 – 20h35

Gilberto Miranda diz que está preocupado com o processo da Ilha de Cabras e que Paulo está “há um mês preparando a defesa” de seus interesses. Eles citam Mário Lima, ex-número 2 da Secretaria de Portos.

VALDEMAR 1

Valdemar 1

28/05/2012 – 18h12

Paulo pede que Valdemar Costa Neto indique um vereador que sirva de “laranja” para assinar representação para beneficiar empresa de um amigo.

VALDEMAR 2

Valdemar 2

12/11/2012 – 16h34

Valdemar e Paulo comentam aplicação de pena de José Dirceu no STF.

VALDEMAR 3

Valdemar 3

04/06/2012 – 16h50

Paulo diz a Valdemar Costa Neto que pode receber um aliado do deputado no escritório da Presidência em São Paulo, onde Rose trabalhava.

VALDEMAR 4

Valdemar 4

13/11/2012 – 7h58

Paulo e Valdemar discutem possibilidade de prisão de Dirceu durante recesso judiciário.

SARNEY

Sarney

01/11/2012 – 18h14

Gilberto Miranda e Sarney combinam jantar em São Paulo, com vinho Château Haut Brion 1989, que custa mais de 1.000 euros a garrafa.

KASSAB

Kassab

23/11/2012 – 19h07

Gilberto Miranda e Gilberto Kassab conversam sobre jantar na casa do então prefeito e discutem tema de “repercussão nacional”, no dia da deflagração da Operação Porto Seguro.

TIAGO 1

Tiago 1

23/11/2012 – 10h43

Gilberto Miranda combina depoimento que Tiago Pereira Lima, ex-diretor da Antaq, daria à Polícia Federal.

ADAMS

Adams

23/11/2012 – 6h43

José Weber Holanda liga para o advogado-geral da União, Luis Inácio Adams, quando a Polícia Federal chega a sua casa no dia da operação.

WEBER 1

Weber 1

14/11/2012 – 17h37

José Weber Holanda diz a Paulo Vieira que conseguiu convencer o consultor da AGU a adotar uma tese que beneficiaria uma empresa ligada à quadrilha.

WEBER 2

Weber 2

16/11/2012 – 17h46

José Weber Holanda diz a Paulo Vieira que apresentaria o parecer na semana seguinte ao advogado-geral da União, Luis Inácio Adams, chamado de “a autoridade”.

Tudo o que sabemos sobre:

operação porto seguro

publicidade

publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.