As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Ouça o áudio em que Russomanno promete rever contratos de segurança

Redação

13 de setembro de 2012 | 20h55

O Estado de S.Paulo

Depois de afirmar que reveria os contratos terceirizados de segurança, o candidato do PRB à Prefeitura de São Paulo, Celso Russomanno, recuou da promessa na última quarta-feira, em encontro com empresários do setor.

No último dia 8, em passeata pela Penha, na zona leste da capital, Russomanno afirmou categoricamente que, se eleito, vai rever os contratos das empresas de segurança com a administração municipal: “Mas é claro que vou (rever os contratos). Eu quero a GCM fazendo a segurança da cidade de São Paulo. Eu quero a GCM fazendo a segurança das escolas. Inclusive no entorno das escolas, onde a gente não tem segurança e temos o tráfico e o crack tomando conta das escolas”.

Na reunião, porém, o candidato do PRB mudou a versão, declarando que vai manter todas as parcerias do setor com a Prefeitura. Os empresários cobraram Russomanno logo no início. Pediram que ele “olhasse com mais carinho” as demandas da categoria, em especial a manutenção dos contratos já firmados com o poder público municipal.

Russomanno, então, disse ter havido “um mal entendido”. Ressaltou que, se eleito, vai manter os contratos com as empresas. “Existe um mal entendido entre o que tenho dito à imprensa e o que chega aos empresários. (O plano) É conviver pacificamente com todos aqueles que querem fazer segurança pública. Nada a respeito de afastar as empresas de segurança dos trabalhos que estão sendo desenvolvidos”, afirmou.

Vice-presidente de um sindicato empresarial, João Eliezer Palhuca afirmou que o serviço prestado pela segurança privada tem papel “suplementar” para a segurança pública. Segundo ele, empresas particulares são responsáveis por 40% dos serviços prestados aos órgãos públicos. “A Prefeitura é grande utilizadora do serviço. Nossa atividade funciona como atividade suplementar à atividade de segurança pública à medida que ela não consegue suprir a demanda”, disse.

Russomanno vem fazendo uma série de promessas na área da segurança. Chegou a ser questionado pelo prefeito Gilberto Kassab (PSD) a respeito de seu plano de aumentar o efetivo da Guarda Civil Metropolitana. Nesse contexto, repórteres perguntaram para o candidato do PRB no sábado se ele iria utilizar os guardas civis em serviços hoje realizados por terceirizados, e com isso rever os contratos de segurança privada., afirmou Russomanno.

Tudo o que sabemos sobre:

Celso Russomannoeleições 2012PRB-SP

publicidade

publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.