As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

“Os caras são vocês”, diz Lula em festa da CUT

Camila Tuchlinski

01 Maio 2010 | 19h06

Por Rodrigo Alvares

Antes de pegar o microfone para iniciar sua fala na festa da CUT, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi anunciado “como um dos homens mais importantes do planeta”. “Vão começar a dar importância para a revista Time e daqui a pouco não vou mais caber nas minhas calças”, respondeu Lula, ao iniciar um discurso em que mais uma vez fez agrados à plateia e se emocionou no final.

Depois, o presidente aproveitou para enaltecer a política externa do seu governo nos últimos sete anos: “Eu estou aqui para dizer que é importante lembrar que nós vimos uma campanha nesse País dizendo que nós queríamos fortalecer o Mercosul e abandonar a Alca”. Também lembrou da sua atuação na África e do embate contra os EUA na OMC.”

Lula voltou a associar seu governo com os feitos da pré-candidata Dilma Rousseff: “Com muito orgulho, sabemos que fizemos muito, mas que ainda falta muito. É preciso que haja um sequenciamento”. Ele também jogou para a plateia ao comentar sobre o fato de ter sido chamado de “o cara” pelo presidente americano Barack Obama durante o encontro do G-20, em abril de 2009. “Os caras são vocês”, falou.

“Quando eu fiz o meu programa em 2003, falei que o Brasil precisava de 10 milhões de empregos e não era uma promessa: era uma constatação. O maior legado que eu quero deixar é o despertar político da população”, afirmou.

Ao fim do discurso, Lula começou a chorar ao dizer que “vai poder levantar de manhã e dar bom para um trabalhador porque eu fui leal”.

Mais conteúdo sobre:

CUTDilmaLulaObamaTime