Planalto pede para Orlando Silva ficar em Brasília
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Planalto pede para Orlando Silva ficar em Brasília

Lilian Venturini

21 de outubro de 2011 | 14h15

Embora o ministro do Esporte, Orlando Silva, não confirme a reunião com a presidente Dilma Rousseff nesta sexta-feira, 21,  o Palácio do Planalto teria pedido para não sair de Brasília. O encontro seria para decidir sobre o futuro do ministro, alvo de denúncias de irregularidades em sua pasta.

Orlando Silva talvez participasse do encontro do PC do B, no Rio de Janeiro na noite desta sexta, mas a pedido do Planalto deveria permanecer na capital em razão do encontro com Dilma, que poderia ocorrer “a qualquer momento”, segundo informações do comentarista Gerson Camarotti.

Pelo Twitter, Orlando Silva se defendeu novamente das acusações de um suposto esquema de desvio de recursos do Programa Segundo Tempo e que preparava um “relatório com mentiras publicadas” sobre ele. Também pela rede, disse não ter audiência marcada com a presidente. Apesar de não ter convicção sobre o envolvimento do ministro nas irregularidades, Dilma já decidiu afastá-lo do cargo em razão do desgaste político sofrido por ele. Em evento da Fifa na manhã desta sexta na Suíça, o secretário-geral da federação, Jerome Valcke, já fez menções a um ‘novo interlocutor’ do governo brasileiro para tratar dos assuntos da Copa de 2014.

 

Tudo o que sabemos sobre:

ministério do esporteOrlando Silva

publicidade

publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.