As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Oposição questiona no STF reajuste do mínimo por decreto

TANIA MARIA BARBOSA MARTIN

01 de março de 2011 | 14h53

Mariângela Gallucci

Parlamentares da oposição (PPS, PSDB e DEM) entregaram nesta terça-feira ao presidente do Supremo Tribunal Federal, Cezar Peluso, uma Ação Direta de Inconstitucionalidade (Adin), com pedido de liminar, que questiona parte da lei que reajustou o valor do salário mínimo. A oposição reclama contra os dispositivos que permitem à presidente da República, Dilma Rousseff, reajustar o mínimo até 2015 por meio de decreto.

O senador Álvaro Dias (PSDB-PR) afirmou que a oposição gostaria de ter resolvido esse impasse no Legislativo. Mas como foi impossível, levou o assunto ao Supremo. Para o senador, com o salário mínimo reajustado por decreto haverá uma “usurpação” da competência do Executivo de fixar o valor. Conforme os parlamentares da oposição, a Constituição Federal é clara ao estabelecer que o salário mínimo seja fixado por meio de lei.

Mais conteúdo sobre:

oposiçãosalário mínimoSTF