As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

OAB-SP manifesta pesar por morte de Romeu Tuma

Ricardo Chapola

26 de outubro de 2010 | 17h21

O presidente da OAB SP, Luiz Flávio Borges D’Urso, recebeu com pesar a notícia da morte do senador Romeu Tuma, nessa terça-feira (26/10), aos 79 anos, no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo.

” O Brasil perde um grande homem público, que mesmo tendo ocupado o cargo de diretor-geral do DOPS (Departamento de Ordem Política e Social) durante a ditadura foi reconhecido por todos, inclusive pelos presos políticos, como um homem de diálogo. Sempre se destacou na carreira policial e na política ao longo dos dois mandatos que cumpriu no Senado, demonstrando ser um homem probo e preocupado com os interesses públicos. Foi inscrito na OAB SP e sempre honrou os quadros da advocacia paulista. Manifesto meus sentimentos à esposa Zilda Tuma e aos filhos Romeu, Robson, Rogério e Ronaldo Tuma”, afirmou D’Urso.

Tudo o que sabemos sobre:

morteOABpesarRomeu Tuma

publicidade

publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.