As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

‘O que vale é a avaliação final da gestão’, diz Kassab sobre pesquisa

Jennifer Gonzales

05 de setembro de 2011 | 15h36

Jair Stangler, do Estadão.com.br

O prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab (PSD) comentou a pesquisa Datafolha divulgada nesta segunda-feira, 5, que o aponta com a menor avaliação em quatro anos. Segundo o levantamento, apenas 24% avaliam sua gestão como boa ou ótima. Para Kassab, “o que vale é a avaliação final da gestão”.

O prefeito acredita que quando a gestão terminar será possível mostrar avanços e transformações ao longo do mandato. “A população tem aprovado diversos aspectos da gestão, a nossa própria reeleição foi resultado desse sentimento da população. Ao longo do mandato você tem oscilações”, defendeu.

Para ele, “a pesquisa sempre reflete circunstâncias”. Ele diz ainda que a cidade tem melhorado em todos os seus aspectos.

Datena prefeito

Kassab negou notícia veiculada pelo site Uol de que teria convidado o apresentador José Luiz Datena para ser candidato a prefeito pelo PSD (a notícia não informa que foi o PSD, mas há informações circulando nesse sentido).

“Não fiz esse convite. Tenho o maior respeito por ele, um grande comunicador, uma pessoa muito bem preparada, hoje um formador de opinião na cidade de São Paulo, mas não houve essa conversa. Não tive essa conversa com ele, seria até indelicadeza”, declarou.

PSD

Kassab, como a senadora Marta Suplicy, também rejeitou a hipótese de PT e PSD se aliarem na disputa pela prefeitura de São Paulo. “Aqui em São Paulo acho difícil. Até porque aqui em São Paulo tem acontecido uma saudável comparação entre as gestões e a campanha terá a oportunidade mais uma vez de mostrar as diferenças que têm”, afirmou.

Kassab não quis comentar a possibilidade de o PSD formar um bloco com o PSB na Câmara dos Deputados. “A relação com o (governador) Eduardo (Campos, PSB-PE) é a melhor possível e o PSD ainda está na fase final de seu registro. Vamos aguardar o deferimento do registro para que possamos, através das bancadas, ter as conversas compatíveis com as nossas expectativas em relação a situação no Congresso”, disse.

O prefeito, que participa do seminário Brasil Metropolitano, realizado em parceria entre a senadora e a Universidade Mackenzie, elogiou a iniciativa de Marta. “As regiões metropolitanas se consolidam nos grandes Estados, em especial na cidade de São Paulo e esta é a razão para eu ter aceito seu convite”.