As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

‘Não sabia que tinha esse dom para a política’, diz Romário

Jennifer Gonzales

04 de novembro de 2011 | 18h11

O deputado federal Romário de Souza Faria (PSB-RJ), consagrado nos gramados antes de entrar para a política, confessou, em entrevista à revista Playboy que chega às bancas no dia 8, estar surpreso com seu jeito para a política. “Eu não sabia que tinha esse dom para a política. Tô amarradão”, conta.

Na entrevista, o jogador fala de sua fama de antipático que teria adquirido nos corredores da Câmara. “Esse negócio de ficar rindo pra todo mundo não é uma coisa minha. Entendeu ou não?”, explica.

Romário, que vem ganhando fama de sério e comprometido em sua atuação como deputado, falou também sobre o preconceito que sofreu ao chegar ao Congresso. “O cara que vem dizer pra mim que eu sou uma celebridadezinha é um imbecil completo… Eu sou o Romário!”.

Ele critica também o andamento da Copa do Mundo, uma de suas causas. “Oito ou nove (estádios) não vão ficar 100% prontos. Vai ter uma maquiagem para receber o pessoal.”

Romário criticou ainda ex-jogadores que viraram comentaristas, citando nominalmente Casagrande. “Quem é o Casagrande para falar do Neymar? Tecnicamente, não tem condição… São caras que não jogaram p… nenhuma. Fizeram muitas coisas de errado, em todos os lugares, e agora querem dar uma de santinhos, ficam pichando os outros.”

publicidade

publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.