As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Na contramão do País, Roraima corta salários de governador e secretários

Jennifer Gonzales

06 de janeiro de 2011 | 11h14

Nesta quarta-feira,  5, a Assembleia Legislativa de Roraima aprovou em sessão extraordinária a redução do salário do governador e de todo o primeiro escalão, para evitar desequilíbrio nas contas públicas decorrente do efeito cascata que o aumento causaria na folha de pagamento do funcionalismo estadual. A medida foi aprovada por unanimidade a pedido do governador Anchieta Júnior (PSDB), após os deputados terem majorado o subsídio do chefe do executivo de R$ 18 mil para R$ 26,7 mil no dia 22 de dezembro do ano passado, na esteira do reajuste que o Congresso Nacional deu a seus parlamentares. Com isso, os salários ficam congelados até julho, quando passam a valer os novos valores.

Tudo o que sabemos sobre:

aumento para políticosRoraima

publicidade

publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.