As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Mundo não vê diferença entre excentricidades de Lula e Idi Amin, afirma economista

Bruno Siffredi

11 de junho de 2010 | 10h26

Em artigo publicado no Estado nesta sexta-feira, 11, o economista José Danon critica a retórica do presidente Luiz Inácio Lula da Silva e afirma que, no exterior, a postura do mandatário brasileiro “não contribui favoravelmente para melhorar a imagem de seriedade e estabilidade político-institucional que o Brasil pretende cultivar”.

Segundo Danon, o comportamento do presidente, que “se mostra propositalmente extravagante”,  não tem nenhum outro sentido prático além da promoção pessoal.

Leia a seguir um trecho do artigo:

“O mundo não vê grande diferença entre as excentricidades de um Lula – que se propõe a resolver, munido somente de charme tupiniquim, impasses diplomáticos internacionais históricos e milenares de grande complexidade – ou de um folclórico Idi Amin Dada de triste memória, que afirmava, para o entretenimento de sua plateia global, ser capaz de se comunicar verbalmente com crocodilos.”

Para ver a íntegra, clique aqui

Tudo o que sabemos sobre:

Idi AminLulapolítica externa

publicidade

publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: