As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Marta Suplicy tenta obrigar Sarney a usar ‘presidenta’ Dilma

TANIA MARIA BARBOSA MARTIN

08 de fevereiro de 2011 | 18h48

Rosa Costa

Depois de repreender seu ex-marido, o senador Eduardo Suplicy (PT), na semana passada, para que ele não extrapolasse o tempo em seu aparte, a senadora Marta Suplicy (PT) tentou hoje obrigar o presidente do Senado, José Sarney (PMDB), a se referir a Dilma Rousseff como “presidenta” da República.

marta_sarney_beto_barata_ae_08022011.jpg

Ao final da votação da indicação de novos embaixadores, Sarney avisou que encaminhará a mensagem com as indicações à presidente da República. Foi quando, pedindo a questão de ordem, Marta afirmou: “Presidente, não. Presidenta”. Sarney, no entanto, respondeu: “As duas colocações estão corretas, vou usar a forma francesa madame e Le président”.

A votação continuou e, ao final, Sarney repetiu que as mensagens serão encaminhadas à “presidente” da República, passando o comando da Mesa para a senadora Marta Suplicy, que é a primeira vice-presidente da Casa.

publicidade

publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.