As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Marina ironiza ausência de Dilma: ‘não falo mal dos outros pelas costas’

Armando Fávaro

24 de agosto de 2010 | 01h30

Embora tenha evitado citar o nome de Dilma Rousseff durante o debate desta noite na TV Canção Nova, a candidata do PV à Presidência, Marina Silva, não poupou ironias à adversária petista em entrevista após o encontro.

Marina citou um ensinamento de sua avó para criticar Dilma, que teria faltado com o respeito pela presença de outros candidatos. “Minha avó sempre me disse: ‘minha filha, não fique falando mal dos outros pelas costas’, mas lamento profundamente que ela não tenha respeitado nossa presença”, atacou.

A candidata verde também usou especulações sobre o paradeiro de Dilma, feitas por Plínio de Arruda Sampaio (PSOL), para ironizar a suposta presença da petista no Twitter durante o debate. “Agora eu sou obrigada a falar, porque foi enviada uma justificativa de que havia um problema de agenda e agora nós sabemos que (Dilma) estava tuitando e uma série de outras coisas”, disse a candidata verde.

“Entre tuitar e estar conosco respeitando a nossa presença, acho que foi feita uma escolha ruim para a democracia”, acrescentou.

Marina também criticou, indiretamente, a forma como Dilma foi ungida candidata pelo PT. “Essa falsa idéia de um presidente super-herói faz com que o cidadão não assuma a responsabilidade que ele tem e comece a comprar prato feito”, disse.

A candidata também negou que tenha ficado irritada com os ataques de Plínio, que a chamou de “ecocapitalista” durante o debate. “A pior coisa é quando você pauta suas atitudes pelas atitudes dos outros”, afirmou. Marina afirmou não se sentir desconfortável sobre sua posição acerca do aborto.  “Não há um dia em que vocês não me perguntem sobre esse tema. A novidade é quando perguntam também ao Plínio, à Dilma e ao Serra.”

selinho_twitter2182

publicidade

publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.