As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Lula vai dar palestra em seminário da Al-Jazira sobre crise no mundo árabe

TANIA MARIA BARBOSA MARTIN

04 de março de 2011 | 19h39

Vera Rosa

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva vai participar, depois do Carnaval, do 6.º Fórum Anual da Al-Jazira, rede de televisão com sede em Doha. Lula será um dos palestrantes do painel “O Mundo Árabe em Transição: o Futuro chegou?”, no próximo dia 14. Convidado pela emissora, em meio à tensão política na Líbia, o ex-presidente falará sobre a experiência sul-americana diante de uma plateia formada por analistas políticos, jornalistas e intelectuais.

O fórum da Al-Jazira foi criado há seis anos para “debater, discutir e ampliar” as mudanças no Oriente Médio no contexto do mundo globalizado. O painel no qual Lula fará sua palestra, na capital do Catar, também terá a presença do ex-primeiro ministro da França Dominique De Villepin, que abordará o futuro das relações entre a União Europeia e o Oriente Médio.

lula_palestra_jfdiorio_ae_02032011_600.jpg
Lula fez no dia 2 de março sua primeira palestra pós-governo. Foto: JF Diorio/AE

A Venezuela propôs uma solução negociada para conter a revolta na Líbia e quer que Lula lidere uma comissão internacional, com o objetivo de mediar um acordo de paz. Até agora, porém, nenhum pedido formal foi apresentado a ele.

A Al-Jazira entrevistou Lula em maio do ano passado. À época, ele tratou da política externa brasileira, do relacionamento com países vizinhos e da questão nuclear no Irã, entre outros temas. “Eu quero gastar a minha energia tentando pensar numa coisa positiva, tentando pensar em ajudar alguém, tentando construir a paz”, afirmou o então presidente. “Não é possível você governar procurando inimigo, querendo uma guerra.”

No último mês de janeiro, jornalistas da Al-Jazira foram detidos durante a cobertura dos protestos no Cairo.  Repórteres da rede de TV chegaram a ser proibidos de trabalhar no Egito após divulgarem as manifestações contra o governo.

Mais conteúdo sobre:

Al-JaziraLulapalestra