Lula descarta tirar licença para fazer campanha
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Lula descarta tirar licença para fazer campanha

Camila Tuchlinski

29 Julho 2010 | 15h40

Elder Ogliari, de Porto Alegre

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva negou que vá se licenciar do cargo para participar de alguma etapa da campanha de Dilma Rousseff à sua sucessão, ao responder a perguntas de jornalistas nesta quinta-feira, no estádio Beira-Rio, em Porto Alegre. “Não seria justo você ser presidente da República e se licenciar para disputar uma campanha eleitoral; o presidente precisa governar até 31 de dezembro e ainda agir como se fosse até às 10 horas (do dia 1º de janeiro), quando quem for eleito for homologado pelo Congresso”, justificou.

LULA10

Lula participa da inauguracao da reforma do Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre. Foto: Celso Junior/AE

“Aí, sim, estarei de licença para outras campanhas”, ressaltou. “Mas não tenho pensado no que fazer depois porque tenho muita coisa para fazer até o dia 31”, complementou, sem dar pistas do rumo que tomará em janeiro de 2011, quando deixar o cargo.

Lula está passando a quinta-feira no Rio Grande do Sul, em agenda casada, de compromissos oficiais durante o dia com um comício político de Dilma Rousseff e Tarso Genro, candidato do PT ao governo do Rio Grande do Sul, à noite.

No final da manhã, o presidente participou de cerimônia de liberação de financiamento para obras urbanas de Porto Alegre, voltadas para a Copa de 2014, saneamento e habitação popular, e também de duplicação de rodovias no Estado.

No início da tarde, foi ao Beira-Rio descerrar a placa alusiva ao início das reformas da obra do estádio do Internacional para a Copa de 2014. Depois, seguiu para Santa Cruz do Sul, para um encontro com agricultores familiares.

selinho_twitter2

Mais conteúdo sobre:

DilmalicençaLula