Jurista defende impeachment de Joaquim Barbosa
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Jurista defende impeachment de Joaquim Barbosa

Lilian Venturini

21 de novembro de 2013 | 21h04

por Pedro Venceslau

O jurista Celso Bandeira de Mello, professor titular de Direito Administrativo da Faculdade de Direito da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP), reforçou o movimento do PT contra Joaquim Barbosa e passou a defender o impeachment do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF).

“Cabem providências jurídicas contra ele, entre elas o impeachment. Qualquer coisa que aconteça com o José Genoino (ex-presidente do PT, detido em Brasília e que sofre de problemas cardíacos) será responsabilidade do Joaquim Barbosa”, disse Bandeira ao Estado. O deputado licenciado foi condenado a 4 anos e 8 meses de prisão no regime semiaberto pelo crime de corrupção ativa.

Para petistas, postura do presidente do Supremo pode ser alvo de medidas jurídicas. Foto: Carlos Humberto/STF

O departamento setorial jurídico do PT disse nesta quinta-feira,21, em nota oficial, que a decisão do presidente do STF de determinar a transferência dos dirigentes petistas condenados no julgamento do mensalão para Brasília em regime fechado foi “um flagrante desrespeito à Lei de Execuções Penais que lança dúvidas sobre o preparo ou a boa fé de Joaquim Barbosa na condução do processo”. O advogado Marco Aurélio Carvalho, coordenador do setorial jurídico do PT, afirma que está estudando medidas judiciais contra o presidente do STF.

Tudo o que sabemos sobre:

Joaquim BarbosaMensalãoPT

publicidade

publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.