As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Juíza do MT proíbe jingle com referência ao mensalão

Bruno Siffredi

16 de outubro de 2012 | 19h01

Fátima Lessa, especial para O Estado de S.Paulo

CUIABÁ – A juíza da 37ª Zona Eleitoral de Cuiabá (MT), Adair Julieta da Silva, proibiu que a coligação “Um novo Caminho para Cuiabá” do candidato Mauro Mendes, veicule música, em carros de som, que tenham referências aos escândalos da Land Rover (aquisição de 10 Land Rovers equipados com tecnologia russa para o monitoramento da fronteira, pela Secretaria Extraordinária da Copa 2014) e do Mensalão (suposto esquema de pagamento de propina para aprovação de matéria pela base aliada do então presidente Luiz Inácio Lula da Silva)  e que ofendem a honra do candidato Lúdio Cabral (PT).  A magistrada determinou ainda multa diária de R$ 5 mil em caso de descumprimento da liminar.

Silva diz em seu despacho que a “peça publicitária possui indícios de ataques contra o candidato Lúdio Cabral por vincular atos supostamente ilícitos praticados por terceiros”. “O periculim in mora se evidencia, ante o fato de que a continuidade da veiculação de propaganda com sinais de irregularidade pode gerar desequilíbrio na disputa eleitoral”, afirma num dos trechos da decisão.

A disputa do segundo turno pela prefeitura de Cuiabá (MT) acontece entre o candidato Lúdio Cabral (PT) e Mauro Mendes (PSB).

Reforço. O candidato do PT, Lúdio Cabral, reforça palanque com a presença de dois ministros. Nesta terça-feira, o ministro-chefe da Secretaria Geral da presidência, Gilberto Carvalho, participa pela terceira vez em atividades do candidato em Cuiabá. Na quarta-feira, será a vez da ministra do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG), Miriam Belchior, vir dá seu apoio em nome do governo federal. Até o momento não foi confirmada a presença de nenhuma liderança nacional no palanque do candidato Mauro Mendes.

Pesquisa. A primeira pesquisa feita após o primeiro turno mostra o candidato Lúdio Cabral, com seis pontos de vantagem sobre Mauro Mendes (PSB). Segundo o levantamento  no quadro estimulado, Lúdio estaria com  47% das intenções de voto do eleitorado e  Mauro Mendes totaliza 41%. Na categoria espontânea o petista também lidera com 46%. Mauro Mendes soma 40%. A pesquisa do instituto Gazeta Dados foi registrada junto à Justiça Eleitoral sob o número 00672/2012.

Tudo o que sabemos sobre:

CuiabáLúdio CabralMauro MendesMT

publicidade

publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.