As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Itamar ‘tinha sensibilidade social enorme’, afirma MST

Bruno Siffredi

04 de julho de 2011 | 17h48

estadão.com.br

A Coordenação Nacional do MST divulgou nesta segunda-feira, 4, uma carta enviada aos familiares do ex-presidente Itamar Franco, que morreu no sábado, 2, aos 81 anos. Assinado por um dos líderes históricos do MST, João Pedro Stedile, o texto enaltece a figura de Itamar, “homem público irretocável” que “tinha uma sensibilidade social enorme” e sempre “atendeu com carinho” os representantes do movimento.

Leia a seguir a íntegra da carta:

Carta do MST à família de Itamar Franco

Estimados familiares do nosso querido Itamar Franco,

infelizmente, a vida tem seu ciclo natural e perdemos nosso querido Itamar.

Em nome do MST, manifestamos nossos pesares. Nossa base tem um carinho especial por Itamar Franco.

Mais do que um homem público irretocável, comprometido com a causa pública, com o povo brasileiro, ele sempre nos atendeu com carinho e amizade.

Tinha uma sensibilidade social enorme e sempre nos apoiou, mesmo nas batalhas mais duras, enfrentando enormes interesses na questão da Reforma Agrária.

Sentiremos muito sua falta, mas temos nele sempre um exemplo de homem público, de ser humano solidário e humilde.

Um forte abraço,
Joao Pedro Stedile
Coordenação Nacional do MST

Tudo o que sabemos sobre:

homenagemItamar FrancomorteMST

publicidade

publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.