As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Índio reage a discurso de Dilma no Rio e chama petista de ateia

Armando Fávaro

17 Julho 2010 | 17h42

O candidato a vice-presidente na chapa do tucano José Serra, deputado Índio da Costa (DEM-RJ), reagiu na noite de ontem a uma declaração da candidata do PT, Dilma Rousseff, que em discurso no centro do Rio ironizou a composição oposicionista. Índio chamou Dilma de ateia e de “dissimulada sobre religião”.

“Meu vice não caiu do céu, não é improvisado. É competente e capaz”, disse Dilma na noite de ontem, em uma clara referência à escolha de Índio, anunciado pelo DEM no último dia do prazo para a formalização das coligações partidárias. A resposta veio horas depois, pelo Twitter: “Candidata do PT diz que eu caí do céu na chapa do @joseserra_ Para uma ateia, deve ser duro ter um adversário que cai do céu…”, escreveu o candidato a vice do DEM. “É o que nos diferencia: tenho 4 eleições e ela um padrinho…”, continuou.

Leia mais: Serra promete resolver ‘problema do cacau’ na Bahia

O deputado carioca também classificou como um “fracasso” o comício da petista, na Candelária. “Hoje foi mais um espetáculo triste”, afirmou.

A escolha de Índio para a vice de Serra surpreendeu até o próprio deputado, que admitiu ter sido pego desprevenido em discurso na convenção do DEM, no último dia 30. O anúncio aconteceu após meses de especulações sobre quem seria o vice de Serra e menos de uma semana depois de o PSDB anunciar o senador tucano Álvaro Dias (PR) como o escolhido para a vaga. A composição de uma chapa puro-sangue desencadeou uma crise com o DEM, que pleiteava o cargo, e quase enterrou a aliança entre os dois partidos.

selinho_twitter2