As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Ideli diz que TCU não a coloca como responsável em nenhum processo de fiscalização

Redação

16 de abril de 2012 | 20h15

Estadão.com.br

Em nota divulgada na tarde desta segunda-feira, 16, a ministra da Secretaria de Relações Institucionais Ideli Salvatti afirma que ainda não é investigada e que uma certidão do TCU atesta que seu nome “não consta como responsável em nenhum processo de fiscalização”.

Motivada pela representação feita pelo PSDB, a ministra entregou a sua defesa prévia, que será analisada pela Comissão de Ética da Presidência da República. A partir daí, a comissão decidirá se abre procedimento para investigar as irregularidades na aquisição de lanchas pelo Ministério da Pesca. A decisão deve ser tomada na próxima reunião da comissão, marcada para 14 de maio.

As 28 lanchas-patrulha foram compradas entre dezembro de 2008 e março de 2011 pelo Ministério da Pesca. Na época, Ideli era a responsável pela pasta.

No último dia 2, o PSDB entrou com uma representação na comissão para que fosse apurada possível conduta antiética na gestão de Ideli na Pesca, quando foi finalizado o pagamento das lanchas e foram levantadas suspeitas de que a empresa Intech Boating, que vendeu os equipamentos, seria doadora de campanha de Ideli ao governo de Santa Catarina, em 2010.

Leia abaixo a íntegra da nota:

Certidão do Tribunal de Contas da União (TCU) divulgada hoje atesta que a ministra-chefe da Secretaria de Relações Institucionais, Ideli Salvatti, não consta como responsável em nenhum processo de fiscalização.

São as investigações do TCU que baseiam a representação do PSDB à Comissão de Ética Pública da Presidência da República, à qual a ministra já entregou sua defesa prévia.

O presidente da Comissão de Ética, Sepúlveda Pertence, esclareceu no fim da tarde de hoje que a ministra não é investigada, e que a análise sobre o acolhimento da representação só ocorrerá na próxima reunião, em 14 de maio.

Com informações da Agência Brasil

 

Tudo o que sabemos sobre:

Comissão de ÉticaIdeli Salvattipesca

publicidade

publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: