Há dois anos, no Estadão: “No Congresso, festa das centrais tem uísque e sushi”
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Há dois anos, no Estadão: “No Congresso, festa das centrais tem uísque e sushi”

Camila Tuchlinski

01 de junho de 2010 | 13h48

Da redação

“Uísque 12 anos, vinho chileno e prosecco, servidos em 1.500 copos e taças, regaram coquetel promovido ontem pelas centrais sindicais no Salão Negro do Congresso. Motivo: agradecer aos parlamentares aprovação do projeto de lei que destina às centrais 10% dos recursos arrecadados com o imposto sindical.

ADFESTA406

“Esse dinheiro não é do imposto sindical. Não recebemos nada ainda”, explicou Paulinho da Força.

Foto: André Dusek/AE

A expectativa é que as centrais recebam cerca de R$ 100 milhões por ano. Parlamentares de todos os matizes políticos compareceram: os presidentes da Câmara, Arlindo Chinaglia (PT-SP), e do Senado, Garibaldi Alves (PMDB-RN), e o ministro do Trabalho, Carlos Lupi (PDT). “Eu não pago contribuição social.

“Não sou celetista. Não sou sindicalizado”, desconversou Lupi. Segundo o presidente da Força Sindical, deputado Paulo Pereira da Silva (PDT-SP), o Paulinho, a festa custou R$ 17,5 mil, rateados entre cinco centrais sindicais. “Esse dinheiro não é do imposto sindical. Não recebemos nada ainda”, explicou o deputado. “Mas isso não significa que não vamos usar o dinheiro em eventos desse tipo.”

O salão foi decorado com duas faixas para saudar os parlamentares, que receberam diploma de agradecimento.  No cardápio, sushi e canapés. “Esse esforço pela legitimação do movimento sindical vai continuar no Congresso”, discursou Chinaglia.

Ontem, o DEM protocolou no Supremo Tribunal Federal ação para que seja considerado inconstitucional o repasse de parte do imposto sindical às centrais. “Esse projeto veio com um vício de origem, é inconstitucional. Centrais não podem receber recursos públicos”, disse o deputado Rodrigo Maia (RJ), presidente do DEM.”

Texto de Eugênia Lopes e Luciana Nunes Leal (10/04/2008)

Tudo o que sabemos sobre:

festaForça Sindicalimpostosushivinho

publicidade

publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: