Guitarrista do Rage Against the Machine declara apoio a Dilma
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Guitarrista do Rage Against the Machine declara apoio a Dilma

TANIA MARIA BARBOSA MARTIN

15 de outubro de 2010 | 13h46

José Orenstein

Nesta sexta-feira, 15,  a candidata à Presidência pelo PT, Dilma Rousseff, ganhou um inesperado e eletrificado apoio. As palavras de incentivo vieram do guitarrista da banda norte-americana Rage Against the Machine, Tom Morello,  que fez declaração em favor da candidata em sua conta no Twitter. Morello afirma esperar que os jovens apoiem Dilma, que é  a “candidata dos pobres, da classe operária e da juventude”.

A banda Rage Against the Machine, que fez show no último sábado em festival SWU em São Paulo, é conhecida por fazer rock de protesto e engajado nas causas da esquerda. Durante a apresentação em Itu, o vocalista da banda, Zack de La Rocha, chegou a vestir um boné do Movimento dos Trabalhadores Sem-Terra e discursar em favor do movimento.

O episódio causou polêmica, pois no mesmo momento a transmissão do show pela TV foi cortada. Morello se referiu ao  fato também no Twitter: “Sginifica que estamos vencendo”, escreveu o guitarrista, que confundiu a sigla do MST e postou “PST”.  No dia seguinte, corrigiu e disse ser “claro que é MST”.  Saiba como foi o show.


publicidade

publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.