Governadora do PA entra com ação de censura contra rádio do Estado
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Governadora do PA entra com ação de censura contra rádio do Estado

Ricardo Chapola

20 de agosto de 2010 | 15h13

Estadão.com.br

A coligação “Acelera Pará”, da governadora do PT, Ana Júlia Carepa, ingressou nesta quinta-feira, 19, no Tribunal Regional Eleitoral contra a Rádio Tabajara FM, tentando censurar a emissora e o programa “Jogo Aberto”, apresentado aos sábados pelos jornalistas Carlos Mendes e Francisco Sidou. Ela quer que a emissora seja multada por ter criticado o aluguel de 450 carros pela Polícia Militar. Para a coligação, a crítica atingiria a governadora, favorecendo seus adversários na disputa. A emissora tem 48 horas para apresentar defesa.

O jornalista Carlos Mendes alega que a rádio cumpriu o seu papel jornalístico e responde por uma acusação que, segundo ele, ‘castra’ a profissão. “Ela não quer crítica nenhuma. Pareceu mais uma atitude de desespero, porque na última pesquisa Ibope publicada no Pará, a governadora apareceu com 53% de rejeição”, afirmou.

O jornalista da Rádio Tabajara adiantou que começará a mover ação de defesa já nesta sexta-feira e enfatizou que os ataques da coligação governista não o intimidaram. Assegurou inclusive que o programa irá ao ar amanhã, seguindo a programação normal do sábado.”Amanhã, durante o programa ‘Jogo Aberto’, vou largar o pau. E vou oferecer pra eles (da coligação) a música do gênio Erasmo Carlos ‘Pode vir quente que eu estou fervendo’, disse em tom de revolta.

selinho_twitter218

Tudo o que sabemos sobre:

açãoCarepacensurarádio

publicidade

publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: