As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Google lança plataforma para acompanhar eleições no Brasil

Bruno Siffredi

31 Julho 2010 | 13h13

Fred Leal, do Link

GoogleNews.jpg

O Google lança oficialmente nesta segunda-feira, 2, uma plataforma para acompanhamento da corrida eleitoral similar à usada no pleito americano de 2008. O site vai combinar diferentes ferramentas que já existem no Google – como Google News e Google Trends – com foco voltado para os candidatos brasileiros.

Por enquanto a ferramenta acompanha apenas a disputa executiva, organizando visualmente dados e estatísticas sobre os candidatos e suas votações por região. A base de informações conta com números de todas as eleições desde 1994, além de conteúdo noticioso filtrado pelo Google News, e conteúdo em vídeo produzido pela emissora de TV Band, a ser disponibilizado em canal do YouTube.

“É uma ferramenta que permite aos usuários não só consumir informação, mas interagir com ela, produzi-la”, afirmou Emmanuel Evita, gerente de comunicação da empresa, referindo-se ao sistema de interação ao vivo do YouTube. Através do site de vídeos será possível enviar perguntas aos principais candidatos da eleição deste ano e conferir nos arquivos as respostas, além de poder avaliar a qualidade dos depoimentos.

Com o Google Eleições 2010, a empresa faz uma inteligente campanha de aumento de tráfego em alguns sites menos conhecidos pelo internauta brasileiro, como o Google Notícias, ao mesmo tempo em que preenche um vazio histórico no processo eleitoral: o de disponibilizar um acervo permanente e vivo das campanhas e promessas de nossos políticos, em vídeo e em texto.

Os dados numéricos empregados pelo Google Eleições partem de duas fontes primordiais: números oficiais do TSE e resultado de pesquisas no mecanismo de busca. Os números são então consolidados em gráficos que expressam com clareza a movimentação dos principais personagens no cenário político nacional, com referências e links aos principais acontecimentos causadores de picos e quedas. Assim dá até para saber qual foi o momento exato em que um candidato começou sua curva de ascensão ou derrocada.

A agenda dos candidatos pode ser acompanhada através de um mapa que mostra o trajeto de viagens e comícios pelo país. Assim como as notícias e gráficos, os mapas também poderão ser utilizados em sites pessoais ou de terceiros, através de widgets gratuitos oferecidos pelo Google. A empresa ainda espera contar com informações práticas sobre a eleição, como listagem de zonas e seções eleitorais, e acompanhamento da apuração em tempo-real.

Veja abaixo algumas imagens:

GoogleHist__rico.jpg

GoogleInsights.jpg

GoogleLandingPage.jpg

GoogleSigaCandidato.jpg

selinho_twitter2

Mais conteúdo sobre:

BrasilEleiçõesGoogleplataforma