Estudantes cobram de Dilma recursos para educação
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Estudantes cobram de Dilma recursos para educação

Lilian Venturini

24 de março de 2011 | 17h55

Marcela Gonsalves, da Agência Estado

A presidente Dilma Rousseff recebeu na tarde desta quinta-feira, 23, lideranças estudantis no Palácio do Planalto. Os representantes da União Nacional dos Estudantes (UNE), União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (UBES) e Associação Nacional dos Pós-Graduandos (ANPG) entregaram um documento com 59 emendas ao Plano Nacional de Educação.

Os estudantes querem um aumento de investimentos na educação, de 4% para 10% do produto interno bruto (PIB), além da aprovação do projeto que destina 50% do fundo social do Pré-Sal para a educação. A presidente disse aos estudantes que a pauta a respeito da aplicação dos recursos do Pré-Sal em educação é uma luta legítima e que “faz todo sentido apostar a riqueza do país no futuro do país”.

Mais cedo, os estudantes fizeram passeata em Brasília. Os eventos fazem parte da Jornada Nacional de Lutas da UNE, UBES e ANPG, série de manifestações que as entidades estudantis realizam todos os anos no mês de março em homenagem ao estudante Edson Luís, assassinado em março de 1968. Este ano, a jornada tem como lema “Educação tem que ser 10! Por 10% do PIB para a educação e um Plano Nacional de Educação a serviço do Brasil”.