As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

‘Estado’ e Corpora promovem encontros com pré-candidatos

Lilian Venturini

10 de abril de 2014 | 22h49

Eduardo Campos (PSB) confirmou presença no dia 26 de maio; Aécio Neves (PSDB) falará  no dia 2 de junho

 

O Estado de S. Paulo 
O jornal O Estado de S. Paulo e a agência Corpora Reputação Corporativa promoverão encontros dos pré-candidatos à Presidência com empresários e executivos – os “Cafés da Manhã Estadão Corpora”.

O ex-governador de Pernambuco e nome do PSB na disputa pelo Palácio do Planalto, Eduardo Campos, confirmou presença no dia 26 de maio. Uma semana depois, dia 2 de junho, será a vez do senador Aécio Neves, pré-candidato à Presidência pelo PSDB. Convidada, a presidente Dilma Rousseff, que tentará reeleição, informou, por meio de sua assessoria, que não compareceria.

Os encontros, que contarão com a presença de cerca de 250 convidados, serão realizados sempre das 8h às 10h30 no hotel Caesar Park Faria Lima, que fica na rua Olimpíadas, 205, na Vila Olímpia, São Paulo.

Este é o segundo evento Estadão Corpora – o primeiro foi o café da manhã com o ministro da Fazenda Guido Mantega, que debateu com cinco empresários e cerca de 200 convidados, realizado em dezembro.

“Esse projeto visa um público essencial para o Estadão, o meio empresarial, para quem desejamos levar sempre melhores e mais informações úteis para o planejamento de suas empresas”, afirma Francisco Mesquita Neto, diretor-presidente do Grupo Estado.

O diretor geral da Corpora, Dalton Pastore, espera um debate em torno de questões “de médio e longo prazos, que interessam ao público e às corporações de vários setores”. E celebra a parceria com o Estadão: “É a união de duas grandes experiências”.

Os encontros serão divididos em três partes. Na primeira, executivos darão um rápido panorama de suas áreas – o potencial, a relevância e as barreiras que enfrentam. Na segunda, o presidenciável fará uma exposição, abordando questões apresentadas pelos empresários. Em seguida, um jornalista do Estado conduzirá um debate entre o convidado e os executivos.

“Os três principais candidatos à Presidência exercerão relevante influência sobre o futuro da nossa economia, qualquer que seja o resultado das eleições”, diz Pastore. “Nosso interesse está focado no debate econômico, nas oportunidades e nas barreiras que estarão logo à frente. É isso o que interessa para as corporações que atuam no Brasil” completa.

Plataformas. Para Mesquita Neto, o evento se insere na estratégia jornalística multiplataforma do Estadão. “Queremos produzir e distribuir conteúdos relevantes de todas as formas possíveis, e a presencial é uma delas”. Os encontros terão cobertura de todos os veículos do Grupo Estado: informações em tempo real no Broadcast Político (serviço da Agência Estado), flashes ao vivo na rádio Estadão e no portal estadão.com.br e cobertura nas edições impressa e digital do jornal.