As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Em nota, PT afirma que ‘não se pode aceitar’ operações como a da Polícia Federal no Ministério do Turismo

Bruno Siffredi

15 de agosto de 2011 | 19h10

Bruno Siffredi, do estadão.com.br

Em nota divulgada nesta segunda-feira, 15, pelo presidente nacional do PT, Rui Falcão, o partido expressa “solidariedade ao companheiro” Mário Augusto Lopes Moysés, preso na última terça-feira, 9, na Operação Voucher da Polícia Federal (PF). Ex-secretário executivo do Turismo e ligado à senadora Marta Suplicy, ele é suspeito de participar de esquema de desvio de verbas públicas no ministério.

No comunicado, o PT afirma que Moysés foi preso indevidamente, “sem qualquer prova ou indício de que tenha cometido, corroborado ou participado de irregularidades”. O texto destaca que o petista teve “sua honra e dignidade atingidas” com a divulgação, na última quinta-feira, 12, de fotos dos presos, dentre eles Moysés, nas quais aparecem sem camisa e segurando um papel com a própria identificação.

O partido indica que seguirá apoiando o combate à corrupção, ressalta que “não se pode aceitar operações como a que levou à prisão de Mário Moysés e outras pessoas”.

Leia à seguir a íntegra da nota:

NOTA DE SOLIDARIEDADE

O Partido dos Trabalhadores manifesta sua solidariedade ao companheiro Mário Moysés, que, sem qualquer prova ou indício de que tenha cometido, corroborado ou participado de irregularidades, ficou preso indevidamente, tendo sua honra e dignidade atingidas, inclusive com a exposição pública e ilegal de fotos relativas ao dia da prisão.

O PT sempre apoiou, apóia e continuará apoiando todo tipo de investigação que tenha por objetivo coibir a corrupção, preservar o interesse público e punir aqueles que, comprovadamente, cometeram ilegalidades.

Mas não se pode aceitar operações como a que levou à prisão de Mário Moysés e outras pessoas. Se há suspeitas e denúncias, estas tem de ser rigorosamente apuradas em obediência às normas do estado democrático de direito.

Rui Falcão
Presidente Nacional do PT

Tudo o que sabemos sobre:

Polícia FederalPTTurismo

publicidade

publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.