As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Em jantar com Pezão e Cabral, Dilma confirma ‘boa convivência’

Encontro restrito aconteceu uma semana depois de Pezão e Cabral terem acertado aliança com PSDB e DEM na disputa estadual

Lilian Venturini

01 de julho de 2014 | 15h30

Luciana Nunes Leal

RIO – Depois de participar da inauguração de um hospital e entregar casas populares nessa segunda-feira, 30, no Rio, a presidente Dilma Rousseff confirmou o pacto de boa convivência, durante a campanha, com o governador Luiz Fernando Pezão o seu antecessor, Sérgio Cabral, ambos do PMDB, em um jantar no Palácio Guanabara.

O encontro restrito aconteceu uma semana depois de Pezão e Cabral terem acertado, na casa do candidato tucano a presidente, Aécio Neves, a entrada do DEM e do PSDB na coligação de reeleição do governador, o que fortaleceu a chapa “Aezão”, que prega voto conjunto em Aécio e Pezão. O governador, que na segunda reiterou apoio à reeleição de Dilma, tem três presidenciáveis em seu palanque – além de Dilma e Aécio, o Pastor Everaldo, do PSC.

A presidente, por sua vez, tem quatro aliados na disputa pelo governo do Rio – Pezão, os senadores Lindbergh Farias (PT ) e Marcelo Crivella (PRB) e o ex-governador Anthony Garotinho (PR). Nesta terça.-feira, depois de inaugurar o Arco Metropolitano ao lado de Pezão, Dilma participa da comemoração de produção de 500 mil barris de petróleo por dia do pré – sal, na sede da Petrobrás.

Tudo o que sabemos sobre:

Dilma RousseffEleiçõesPezãoPMDB

publicidade

publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.