As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Em entrevista, Jobim diz que ministra de Dilma é ‘muito fraquinha’

Lilian Venturini

04 de agosto de 2011 | 10h56

O ministro da Defesa, Nelson Jobim, novamente fez declarações polêmicas e críticas ao governo da presidente Dilma Rousseff. Os alvos foram as ministras recentemente nomeadas por Dilma, Ideli Salvatti (Relações Institucionais) e Gleisi Hoffmann (Casa Civil). Em entrevista à revista Piauí, o ministro definiu Ideli, responsável pela articulação política do governo, como “muito fraquinha”. As declarações podem custar o cargo de Jobim.

Sobre Gleisi, que substituiu Antonio Palocci, Jobim declarou que a ministra “sequer conhece Brasília”, como antecipou reportagem da Folha de S.Paulo na edição desta quinta-feira, 4. A edição da revista Piauí com a íntegra da entrevista chegará às bancas nesta sexta-feira, 5.

As críticas às ministras vêm após uma sequência de outras declarações ácidas do ministro contra o governo petista. No fim do mês de julho, Jobim declarou ter votado em José Serra (PSDB) em 2010. Dias antes, em solenidade de comemoração aos 80 anos do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, o ministro afirmou ter que “tolerar idiotas”.

Nesta segunda-feira, 1º, Jobim descartou que houvesse crise em razão das declarações e fez elogios à presidente Dilma durante entrevista ao programa Roda Viva, da TV Cultura. Após saber das últimas críticas, porém, a presidente deve decidir ao longo do dia se vai mantê-lo no cargo, conforme revelou o Estado.

Tudo o que sabemos sobre:

DilmaJobimministro da Defesa

publicidade

publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.