As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Em entrevista, Battisti revela que deseja obter a cidadania francesa

Bruno Lupion

11 de abril de 2012 | 20h12

estadão.com.br
Beto Barata/AE - 08/06/2011

O ex-militante italiano Cesare Battisti afirmou nesta semana que deseja obter a cidadania francesa, em uma entrevista ao jornal francês Libération.

“Não desistirei. Um dia vou obter a cidadania francesa. Tenho direito”, disse Battisti, que atualmente vive no Brasil, segundo informações da Agência ANSA.  “A França é o país onde eu construí minha família, as minhas duas filhas são francesas. É o país onde amadureci”, explicou o italiano.

Battisti foi condenado à prisão perpétua na Itália por quatro assassinatos cometidos na década de 1970, quando era militante do grupo de extrema-esquerda Proletários Armados pelo Comunismo (PAC).

Em janeiro de 2009, o governo brasileiro concedeu status de refugiado político a Battisti. O governo italiano protestou, mas o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva decidiu, em seu último dia de governo, não extraditá-lo para a Itália. Em seguida, Battisti conseguiu um visto de permanência definitiva no Brasil.

Tudo o que sabemos sobre:

BattistiCesare Battisti

publicidade

publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: