Em 2007, PCdoB fazia críticas à chapa de Marta por possível acordo com Maluf
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Em 2007, PCdoB fazia críticas à chapa de Marta por possível acordo com Maluf

Paula Carvalho

27 Junho 2012 | 20h07


 

estadão.com.br

O cenário que se mostra hoje para a coligação do petista Fernando Haddad não é o mesmo que a então candidata pelo PT à Prefeitura de São Paulo, Marta Suplicy, vislumbrou na pré-campanha de 2007. Lá também se discutiu uma aliança com o PP de Paulo Maluf, que foi rechaçada tanto pelo PCdoB como pelo PSB.  Na ocasião, petistas e pepistas chegaram a cogitar que o PP ocupasse o lugar de vice na chapa.

Na edição de 3 de março de 2007, Nádia Campeão criticou o acordo ao Estado, citando que a vaga de vice já foi ocupada várias vezes por comunistas. “Esta circunstância de aliança entre o PT e Maluf praticamente afasta qualquer possibilidade de mantermos uma aliança para a prefeitura em 2008”.

Na matéria, disponível no Acervo Estadão, a deputada Luiza Erundina também se manifesta contra a aliança entre PT e Maluf. Para ela, “é ruim para a cultura política do País e indica o quanto o PT se distanciou das suas origens”.

Em 2008, Maluf se candidatou à prefeitura e Aldo Rebelo (PCdoB) foi o candidato à vice da chapa de Marta Suplicy.