As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

É ‘inacreditável’ que não se saiba a origem do dinheiro após 5 anos, diz Alckmin sobre caso dos ‘aloprados’

Bruno Siffredi

28 de junho de 2011 | 20h58

Jair Stangler, do estadão.com.br

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, declarou nesta terça-feira, 28, considerar “inacreditável” que, após cinco anos, o caso do ‘dossiê dos aloprados’ ainda não tenha sido resolvido. “O que eu acho estranho é que, passados cinco anos, não se tenha ainda descoberta a origem de 1,7 milhão de reais. É inacreditável.” O governador, que  esteve presente na entrega do Prêmio Destaque Agência Estado Empresas 2011, afirmou não ter acompanhado o depoimento que o ministro de Ciência e Tecnologia, Aloizio Mercadante, concedeu sobre o  caso à Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado nesta terça e preferiu não comentar.

O falso dossiê que petistas tentaram comprar em 2006 dos empresários Darci Vedoin e Luiz Antonio Vedoin visava prejudicar, além do então candidato do PSDB ao governo do Estado de São Paulo, José Serra, o então candidato tucano á Presidência da República, Geraldo Alckmin.

O governador paulista se disse indiferente em relação à adoção do regime diferenciado para licitações de obras da Copa e das Olimpíadas. Segundo ele, os estádios em São Paulo terão somente dinheiro privado e os projetos executivos das obras de infraestrutura já foram licitadas.

publicidade

publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.