Dirceu pede rapidez em julgamento do mensalão
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Dirceu pede rapidez em julgamento do mensalão

Lilian Venturini

13 de setembro de 2011 | 14h41

Sérgio Torres, de O Estado de S.Paulo

O ex-ministro da Casa Civil José Dirceu afirmou nesta terça-feira, 13, que espera que o Supremo Tribunal Federal (STF) julgue o processo do mensalão com rapidez e de acordo “com os autos”. “É a única coisa que peço, mais nada. Que me julguem nos autos. Porque juízo político já tive na Câmara dos Deputados, e eu fui cassado sem provas. Como aliás o tempo está mostrando”, afirmou em entrevista após seminário sobre petróleo promovido no Rio de Janeiro.

Na quinta-feira passada terminou o prazo para os réus do mensalão apresentarem suas alegações finais ao STF. Em sua defesa, Dirceu rechaçou todas as acusações feitas contra ele e de que controlava as ações do PT. “Não há qualquer elemento no processo que possa sequer sugerir que Dirceu tinha conhecimento de questões relacionadas à administração ou finanças do PT no período que esteve à frente da Casa Civil”, diz o texto elaborado pela defesa.

Dirceu deixou o comando da Casa Civil no governo Lula, em 2005, em razão das denúncias, e teve seu mandato cassado pela Câmara em dezembro do mesmo ano.

 

 

Mais conteúdo sobre:

Dirceujulgamento mensalãoMensalão