As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Dilma entrega moradias no Piauí e ressalta parceria com outros partidos

Lilian Venturini

18 de janeiro de 2013 | 10h43

A presidente Dilma Rousseff desembarca nesta sexta-feira, 18, no Piauí diante da constatação do PT de que a recuperação do prestígio político da sigla no Nordeste, região sob forte influência do governador e presidenciável Eduardo Campos (PSB), é crucial para o projeto de reeleição em 2014. Até o início de março, Dilma deve visitar ao menos seis Estados da região.

No Piauí, são duas agendas oficiais. Na parte da manhã, na cidade de São Julião, a presidente participou de assinatura de ordens de serviço para obras de abastecimento na região. À tarde, Dilma entrega de unidades habitacionais do Programa Minha Casa, Minha Vida. A avaliação dos petistas é que o partido precisa melhorar a articulação política com governadores e prefeitos na região, principalmente após o resultado das eleições de 2012, da qual o PSB saiu fortalecido. Além disso, o Planalto precisa driblar o desgaste político gerado pela paralisação nos canteiros de obras do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento) na região.

O giro de Dilma pelo Nordeste inclui ainda Pernambuco, Ceará, Alagoas, Paraíba e Rio Grande do Norte. A região também está na mira do ex-presidente Lula. O Nordeste tem sido tradicionalmente um reduto eleitoral do PT. Nas últimas três eleições presidenciais (2002, 2006 e 2010), deu ampla margem de vitória para os candidatos do partido – Lula e Dilma. Em 2010, a petista teve 10,7 milhões de votos a mais na região que José Serra (PSDB).

Veja os principais trechos do discurso: 

18h15: Dilma concluiu a fala destacando as parcerias que pretende manter com os governadores. Ela usou um provérbio:  “Se você quiser ir mais rápido, vá sozinho. Se você quer ir mais longe, vá acompanhado. Eu queri ir mais longe. E tenho certeza que com o governador, com os prefeitos e o povo desse País, nós vamos longe”

18h11: “Nós iremos crescer. Nós iremos gerar mais empregos”, disse Dilma, ao garantir que País está preparado para se desenvolver mais em 2013.

18h06: Dilma projeta o fim da pobreza extrema até o fim de 2014. “É possível e vai ser feito”.

18h04:
Dilma afirmou que foco das políticas no Piauí é acabar com a pobreza extrema no Estado. Segundo ela, o desenvolvimento só é alcançado quando se conhece o caminho. “O desenvolvimento ocorre quando a gente sabe qual é o caminho. Tem que ter clareza para o caminho, para o que é necessário fazer. Nós, no Estado do Piauí, temos tido uma preocupação com as pessoas. Temos uma preocupação com a pobreza extrema. Um país não vai ser respeitado se deixarmos uma parte do nosso povo em condições de pobreza extrema”.

18h: Dilma homenageia as mulheres.

17h57: Dilma afirmou que obrigação de presidentes, governadores e prefeitos é de “fiscalizar os sonhos. “É para que as pessoas tenham os sonhos assegurados”, explicou.

17h55: “Temos obrigação de saber que a seca vai ocorrer. O que não podemos deixar ocorrer é a fome e a miséria. É possível conviver com a seca usando todos os instrumentos, fazendo obras contemplando cisternas, barragens. São obras estruturantes.”, afirmou Dilma.
17h47: Dilma elogia parceria com o governo do Estado do Piauí. “O desenvolvimento do Piauí ocorria porque existia uma parceria. Tínhamos uma contribuição muito importante do governador Wilson Martins”, disse ela. “Nós viemos de uma tradição de parcerias”.

17h45: Agora, com a palavra, a presidente Dilma Rousseff

17h34: “Nunca pactuamos tanto dinheiro com o governo federal – são mais de R$ 2 bilhões para se investir no Piauí em 2013”, disse Martins.

17h30: O governador também exaltou a ajuda do governo federal para enfrentar os problemas com moradia no Estado.

17h22: Fala agora o governador do Estado do Piauí, Wilson Martins (PSB)

16h57: O governo gastou mais de R$ 16 mi para construir as 400 moradias entregues pela presidente Dilma Rousseff no Piauí.

16h54: Ministro enfatiza compromisso do governo federal com a agricultura familiar brasileira.

16h50: “Esta ação não é uma ação isolada. Ela acontece em todos os Estados da federação. Estamos entregando retroescavadeiras para mais de 4000 municípios do País”, disse Vargas.

16h49: Toma a palavra o ministro do Desenvolvimento Agrário, Pepe Vargas.

16h41: O prefeito de Teresina exaltou a parceria entre município e governo federal.

16h21: Presidente visita um dos apartamentos que vai ser entregue como parte do programa Minha Casa Minha Vida. Serão entregues 400 moradias à população.

16h18: As máquinas vão trabalhar nas estradas  que ligam municípios que dão acesso a cidades maiores.

16h14: A presidente Dilma Rousseff chegou ao local onde vai entregar moradias do programa Minha Casa Minha Vida e mais retroescavadeiras para 25 prefeitos de municípios do Piauí. Ela posa para fotos com cada um deles.

 

Tudo o que sabemos sobre:

DilmaEduardo Camposeleições 2014

publicidade

publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.