As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Dilma teria conhecimento de empresa de Palocci

Lilian Venturini

16 de maio de 2011 | 17h42

Tânia Monteiro, de O Estado de S. Paulo

A presidente Dilma Rousseff tinha conhecimento da empresa de consultoria do ministro da Casa Civil, Antônio Palocci, e também da consulta que Palocci fez à Comissão de Ética Pública da Presidência da República antes de assumir o cargo de ministro. Segundo fontes do governo, a avaliação do Planalto é de que está tudo legal e que Palocci não vai divulgar os nomes das empresas para as quais prestou consultoria porque as informações estão protegidas por sigilo profissional, isso seria quebrar confiança dos seus clientes.

Veja também:
Para Comissão de Ética da Presidência, não há o que apurar sobre Palocci
Oposição cobra explicações na Procuradoria-Geral da República
Segundo Palocci, evolução do patrimônio é resultado de consultoria empresarial
ESPECIAL: Os altos e baixos de Palocci

A notícia veiculada pelo jornal Folha de S.Paulo no último final de semana de que Palocci aumentou seu patrimônio 20 vezes em quatro anos foi tema de reunião de ministros na manhã desta segunda-feira, 16, com a presidente Dilma Rousseff. Segundo essas mesmas fontes, está sendo considerada apenas a questão política, porque dentro do Planalto, na relação da presidente Dilma com o ministro Palocci, estaria tudo esclarecido. A preocupação é de como isso irá repercutir politicamente.

Depois de ter conduzido essa reunião pela manhã no Planalto, a presidente Dilma retornou ao Palácio da Alvorada, onde deve permanecer o resto do dia. O ministro Palocci está no Alvorada em reunião com a presidente, junto com a ministra do Planejamento, Miriam Belchior, e o ministro das Cidades, Mário Negromonte.

A viagem da presidente para o Uruguai, que estava inicialmente prevista para o dia 23, deve ser adiada, mas ainda não há uma nova data.

Tudo o que sabemos sobre:

DilmaPaloccipatromônio

Tendências: