As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Dilma escreve mensagem especial para o Dia Internacional da Mulher

Lilian Venturini

08 de março de 2011 | 13h32

A Secretaria de Imprensa divulgou nesta terça-feira, 8, mensagem escrita pela presidente Dilma Rousseff para o Dia Internacional da Mulher. No texto, Dilma reforça o compromisso de erradicar a pobreza no País e se diz convencida de que programas focados para as mulheres e crianças são o caminho para uma política social bem-sucedida.

A presidente voltou a mencionar o reajuste do Bolsa Família e outros programas do governo federal que, segundo ela, “são eficientes porque privilegiam as mulheres”. Por fim, ressaltou a preocupação com o combate à violência e colocou como compromisso a igualdade de oportunidades para todos. Abaixo, a mensagem completa:

“Meu objetivo fundamental, como Presidenta da República, é a erradicação da pobreza extrema. No Brasil, a pobreza tem cara: ela é muito feminina, está ligada às mulheres. Quanto mais pobre a família, maior a chance de que ela seja chefiada por uma mulher. Estou convencida de que uma política bem-sucedida de eliminação da miséria deve ser focada na mulher e na criança. Programas como o Minha Casa Minha Vida, o PRONAF Mulher ou o Bolsa Família – que acaba de ser reajustado em até 45,5% e que terá impacto proporcional à quantidade de filhos da família beneficiada – são eficientes porque privilegiam as mulheres. No Dia Internacional da Mulher, quero ressaltar que a eliminação da discriminação de gênero e a valorização das mulheres e das meninas são estratégias indispensáveis para alcançarmos êxito em nossa luta contra a pobreza. Com base em iniciativas como a Lei Maria da Penha, temos alcançado progresso no combate à violência contra as mulheres, mas ainda há muito por fazer. Temos o compromisso sagrado de enfrentar essa questão, intensificando e ampliando as medidas adotadas no governo passado. O Brasil que queremos, e que vamos ter, é um país sem violência. É um país com água, com luz, com saneamento, com educação de qualidade e emprego digno para todos. É um país rico, em que as mulheres e os homens têm as mesmas oportunidades e privilégios, contribuindo juntos para o desenvolvimento e o criando seus filhos com dignidade e com orgulho.”