As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Deputada de Sorocaba cobra compromisso de lideranças com vitória de Serra

Armando Fávaro

14 de outubro de 2010 | 17h45

André Mascarenhas

Repetindo iniciativa lançada para garantir a vitória de tucanos no primeiro turno das eleições, a deputada estadual reeleita Maria Lúcia Amary (PSDB-SP), da região de Sorocaba, cobrou o comprometimento de lideranças regionais do partido com a candidatura de José Serra (PSDB) à Presidência. Batizada como “Nós garantimos a vitória”, a campanha teria contribuído para o resultado da corrida na cidade: Serra teve 37% dos votos na cidade, contra 34% da petista Dilma Rousseff.

Na prática, a ideia defendida pela deputada consiste em que cada liderança regional chame para si a responsabilidade de eleger o tucano. “O apoio não pode apenas ficar no discurso, é preciso comprometimento. Espero que a minha atitude inspire outras lideranças de todo o país nesta reta final”, disse a candidata ao blog, por e-mail.

A ideia surgiu no primeiro turno, quando era grande a possibilidade de vitória de Dilma sem a necessidade de uma nova rodada. Hoje, para a deputada, o cenário é outro, o que deve melhorar o comprometimento de outras lideranças regionais. “A receptividade está sendo muito positiva, pois o espírito de que a vitória está próxima aumentou muito depois do primeiro turno”, disse a deputada. “É preciso comprometimento e ação. Essa é uma das estratégias que compõe a fórmula da vitória.”

Para Maria Lúcia, Serra ampliará a vantagem em São Paulo, “pois grande parte dos votos da candidata Marina migrarão para o Serra, principalmente pela questão da preocupação com o meio ambiente ser um elo de ligação entre os dois”. Na avaliação da tucana, a eleição de Geraldo Alckmin (PSDB) ao governo e a votação de Serra em São Paulo refletem a aprovação do PSDB no Estado. “Mesmo com a campanha do PT que contou com o apoio do presidente da República, que esqueceu que precisava dirigir um País”, atacou.

Tendências: