Demóstenes Torres pediu dinheiro a Carlinhos Cachoeira, revela jornal
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Demóstenes Torres pediu dinheiro a Carlinhos Cachoeira, revela jornal

Lilian Venturini

23 de março de 2012 | 12h44

Relatório elaborado pela Polícia Federal revela que o senador Demóstenes Torres (DEM-GO) pediu dinheiro ao empresário do ramo de jogos Carlos Augusto Ramos, o Carlinhos Cachoeira, de acordo com reportagem do jornal O Globo, desta sexta-feira, 23. O empresário é acusado de chefiar exploração ilegal de jogos em Goiás.

No relatório, constam registros de gravações feitas pela PF de diálogos entre o senador e Cachoeira, em que Demóstenes pediria o pagamento de uma despesa de táxi-aéreo de R$ 3 mil. Em outra gravação, o senador teria revelado ao empresário detalhes de reuniões reservadas da qual participou no Congresso.

O relatório, segundo a reportagem, foi enviado à Procuradoria Geral da República em 2009, mas não teve encaminhamento. O documento aponta o envolvimento de outros deputados.

Carlinhos Cachoeira foi preso no final de fevereiro na Operação Monte Carlo, deflagrada pela Polícia Federal e que levou cerca de 30 pessoas à prisão. Na semana passada, o procurador-geral da República, Roberto Gurgel, disse que vai analisar os diálogos. Nessa terça-feira, 20, o deputado Protógenes Queiroz (PC do B-SP) entregou pedido de instalação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar a relação de parlamentares com o empresário.

publicidade

publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: