As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Decisão de Lula sobre o caso Battisti foi correta, afirma Cardozo

Camila Tuchlinski

02 de janeiro de 2011 | 16h17

Fonte: Agência Brasil

A decisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva de não extraditar para a Itália o ex-ativista político Cesare Battisti foi correta, disse neste domingo, 2, o novo ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, após receber o cargo de Luiz Paulo Barreto.

“Após ler o parecer da Advocacia-Geral da União, não tenho a menor dúvida de que a decisão do presidente Lula foi correta. Nem sempre quando um país adota decisões soberanas, você tem a aceitação de todos. O presidente decidiu em estrita consonância com o nosso direito e com o que o Supremo Tribunal Federal (STF) tinha manifestado.”

Na última sexta-feira, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva decidiu negar a extradição de Battisti à Itália. O ex-ativista foi condenado à revelia em seu país por quatro assassinatos. Cardozo afirmou que o Brasil não teme uma retaliação por parte do governo italiano. “Não creio que uma decisão desse tipo possa comprometer uma relação de amizade profunda com a Itália. Os italianos são nossos irmãos.”

Tudo o que sabemos sobre:

BattistiJustiçaSTF

publicidade

publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: